Gestão Atual

Gestão de Maio de 2017 a novembro de 2017

Presidente  presidente@apebfr.org

Marina Duarte

  • Marina Duarte é licenciada em história pela Universidade Federal de Minas Gerais e mestre em teoria da história « História e Memória: O enfrentamento entre Paul Ricoeur e Michel Foucault »  pela mesma universidade.  Atualmente é Doutoranda (bolsa CNPq) em história pela universidade Paris Diderot – Paris 7 com o projeto Les Brésiliens : La transformation du soi dans les expériences transgenre – un parcours entre France et Brésil – 1960 à nos jours. É primeira secretária e membro do conselho administrativo da Associação Prévention Action Santé Travail pour les Transgenres (PASTT). Suas pesquisas se interessam pela historiografia, filosofia da história, estudos de gênero, historia de imigração contemporânea e etnografia.
    Palavras-chaves: história, filosofia, estudos de gênero, imigração, historiografia.

Vice-presidente  vicepresidencia@apebfr.org

Caio Padovan

  • Psicólogo clínico pela Universidade Federal do Paraná (2010), mestre em Teoria Psicanalítica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e doutorando em Psicanálise e Psicopatologia na Universidade Paris Diderot, Paris 7. Título provisório da tese: « O método psicanalítico: um estudo histórico sobre a pesquisa e da produção de conhecimento em psicanálise entre 1886 et 1919 ».
    Palavras-chaves: história das ciências, psicologia clínica, psicanálise, metodologia.


Diretoria financeira  diretor.financeiro@apebfr.org

Manuelle Lago Marques

  • Doutoranda em Sociologia junto ao Laboratoire Dynamiques Sociales et Recomposition des Espaces (LADYSS), Université Paris Ouest – Nanterre La Défense (2013-2017), com a tese « Action publique et développement territorial au sein des paysages protégés : regards croisés entre le Brésil et la France ». Mestre em Organização e Gestão do Território pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011-2013). Geógrafa pela Universidade Federal do Paraná (2005-2010), realizou parte de seu curso de graduação na Universidade Federal do Amazonas (2008). Tem como foco de atuação e de pesquisa: políticas públicas de conservação da natureza, planejamento territorial, processos democráticos e ação pública.
    Palavras-chaves: paysages protégés, aires protégées, aménagement et développement du territoire, action publique, politiques publiques.


Diretoria científica  diretor.cientifico@apebfr.org

Lorreine Beatrice Petters

  • Graduada em Comunicação Social pela Universidade Regional de Blumenau (2007), pós-graduada em Marketing empresarial pela Faculdade de Administração e Economia – Blumenau (2008), mestre em Diffusion de la culture pela Université Stendhal – Grenoble (2010) e em Sciences de l’information de la communication pela Université Sorbonne Nouvelle. Defendeu sua tese de doutorado em comunicação na Université Sorbonne Nouvelle, intitulada Des usages du témoignage dans la publicité contemporaine : une approche pragmatique. É integrante do centro de pesquisa APPLA&CO (Approches pragmatiques en philosophie du langage et de la communication) da Université Sorbonne Nouvelle, foi professora substituta (ATER) na université de Lorraine/IUT Nancy-Charlemagne (2014-2016) e atualmente ensina a comunicação em instituções privadas.
    Palavras-chaves: publicidade, testemunho, pragmática, recomendação, prescripção

Eduarda Scheibe

  • Doutoranda no Institut de Géographie de Paris, Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne. Pesquisa as repercussões territoriais locais da iniciativa para Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana, especialmente em áreas de fronteira. Mestre em Geografia e Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Seus principais interesses de pesquisa são: processos de integração regional sul-americanos, políticas de coesão territorial e desenvolvimento policêntrico e contribuições da Geografia para o estudo das Relações Internacionais.
    Palavras-chaves: IIRSA, integração regional, coesão territorial, fronteiras

Guillaume Van Wijk


Diretoria cultural 
 diretor.cultural@apebfr.org

Elis de Aquino

  • Graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013) e em Sociologia pela Université Paris Diderot (2014). Mestranda em Sociologia na École des Hautes Etudes en Sciences Sociales (EHESS), Paris, onde realiza uma pesquisa sobre uma escola de jovens e adultos localizada numa favela carioca.
    Palavras-chaves: educação de jovens e adultos, favela, desigualdade social, laços sociais.

Matheus Chaves

  • Doutorando em historia antiga junto ao UMR Anthropologie et Histoire des Mondes Antiques (ANHIMA), Université Paris 1 – Panthéon Sorbonne (2017-2020), com a tese « Compagnons et compagnes – Étude de la représentation visuelle des genres dans le cas des banquets des cités grecques ». Mestre em filosofia da arte pela mesma universidade e graduado em historia da arte pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem como foco de atuação e pesquisa: historia da arte da antiguidade, filosofia, estudos de gênero e prostituição.
    Palavras-chaves: historia da arte, antiguidade clássica, prostituição, estudos de gênero, filosofia

Cin Falchi

  • Doutorando em Filosofia da Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP – Marília, realizando doutorado Sanduíche na Université de Rouen. Graduada em Filosofia (bacharel – 2010 / licenciatura-2011) pela UNESP – Marília, bem como mestre pela mesma Universidade, na área de Educação – em Filosofia da Educação. Tem experiência na área de Filosofia e Filosofia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Filosofia da Educação e escola; Erótica, Sexualidades e Gêneros; Ética. A presente pesquisa, em fase final, versa sobre narrativas em/de um entre escola e universidade, perpassando pelos modos de vidas trans gerando questionamentos a respeito do binarismo preestabelecido como prerrogativa para e de cuidado de si e dos outros. Prerrogativas estas amparadas por uma governamentalidade na economia dos corpos.


Diretoria institucional 
 diretor.institucional@apebfr.org

Camila César

  • Graduada em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012); Mestre em Ciências da Informação e Comunicação pela Université Sorbonne Nouvelle Paris 3 (2013-2015); doutoranda em Ciências da Informação e da Comunicação pela mesma universidade em cotutela com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em sua tese, pesquisa as implicações democráticas da profissionalização da comunicação política na França e no Brasil, associando tal problemática àquela da desconfiança em relação à política e às instituições democráticas no atual contexto.
    Palavras-chaves: comunicação e política, jornalismo e poder, democratização da mídia, relação entre mídia, sociedade civil e política, assessoria de imprensa e jornalismo.

Juliana Muniz

  • Doutoranda em Geografia na Universidade de Paris IV – Sorbonne. Possui bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011) e mestrado em Engenharia de Transportes pelo Programa de Engenharia de Transportes (PET-COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014). Suas pesquisas se interessam em mobilidade urbana sustentável, com foco no comportamento e na percepção dos usuários de transportes.

Diretoria de comunicação  divulgacao@apebfr.org

Marina Romagnoli

  • Doutoranda pela Université Sorbonne Nouvelle (Paris 3), com o projeto A imagem como mundo possível: uma investigação acerca da aplicação da teoria dos mundos possíveis nas artes visuais, sob orientação do Prof. Dr. Philippe Dubois. Possui graduação em Artes Visuais (Bacharelado em Gravura) pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (EBA/UFMG – 2011) e mestrado em Artes pela mesma universidade (« artista que fingere: a manipulação da imagem entre a imanência, as sobrevivências e a dupla-dobra » – 2015). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes Visuais, atuando em produção artística (gravura, vestimentas, fotografia, video, instalação, performance) e pesquisa artística, investigando sobretudo os processos criativos e o estatuto da imagem produzida na contemporaneidade.
    Palavras-chaves:  imagem, ficção, fingere, mundos possíveis, arte contemporânea.

Letícia Seixas

  • Doutoranda em Informática junto ao laboratório THIM (Technologies, Handicaps, Interfaces et Multimodalités) pela Université Paris 8, mestre em Informática (2012-2014) e bacharel em Sistemas de Informações (2006-2011) pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Em sua tese, pesquisa avaliações de acessibilidade web em aplicações dinâmicas focando em pessoas com deficiência visual e paralisia cerebral.
    Palavras-chaves:  acessibilidade web, deficiência visual, paralisia cerebral, avaliação de acessibilidade, aplicações dinâmicas

Representante no Brasil

Antônio Gasparetto

  • Doutorando, Mestre (2014), Bacharel e Licenciado (2010) em História e Bacharel em Administração Pública pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Realizou estágio doutoral na École Doctorale d’Histoire Moderne et Contemporaine da Université Paris-IV-Sorbonne (2015-2016). Professor efetivo de Educação Básica (PEB) no estado de Minas Gerais. Pesquisador integrado ao Laboratório de História Política e Social (LAHPS) e do Laboratório de Estudos e Pesquisas da Contemporaneidade (LEPCON). Membro da Associação Nacional de História, seção Minas Gerais – ANPUH/MG, da Association des Jeunes Chercheurs en Histoire (AJCH), do Instituto Brasileiro de História do Direito (IBHD) e da Association Française des Jeunes Historiens du Droit (AFJHD). Pesquisador dos GTs Cidadania, Trabalho e Exclusão (UFJF/CNPq), Imprensa e Circulação de Ideias (FCRB/CNPq) e vice-coordenador do GT Direitas, História e Memória (UEM/CNPq) em Minas Gerais.
    Palavras-chaves: direitos e estado de exceção, cultura política, autoritarismo e mundos do trabalho.

 

Les commentaires sont clos.